sábado, 19 de abril de 2014

POSTAGENS ESPECIAS NA SEMANA DA PÁSCOA: Sábado dia 19/04/2014 - 7ª Postagem:

O DESPREZADO TEM AGORA A PRIMAZIA

Na mais dura agonia
Jesus é crucificado.
O insulto escancarado...
O desprezo e a zombaria...
Jesus fora rejeitado!
Era tudo o que se via.

A vitória aparente
Do mal que se evidencia,
Reunindo toda gente
Na mais cruel zombaria
Era o máximo somente
Que o mal conseguiria.

Pois o amor na cruz mostrado
É que de fato vencia.
Para o pecador culpado
Novo caminho se abria,
Que inimigo declarado
Com Deus se reconcilia.

E agora sendo um crente
Tendo com Cristo harmonia,
Vive vida diferente
E boas novas anuncia,
Desejando tão somente
Que Deus tenha a primazia.

Gilberto Celeti

“Todos os que me veem caçoam de mim, mostrando a língua e balançando a cabeça”. (Salmo 22:7)

Outros poemas acesse: http://gilbertoceleti.wordpress.com/

quinta-feira, 17 de abril de 2014

POSTAGENS ESPECIAS NA SEMANA DA PÁSCOA: Quinta-feira dia 17/04/2014 - 5ª Postagem:

PERCEBAM O SIMÃO SENDO AGARRADO


Pilatos não encontrou nenhum motivo
Para que Jesus fosse condenado,
Mas sendo intensamente pressionado,
Entregou Jesus Cristo aos soldados,
Pra no Calvário ser crucificado.

Debaixo de sofrimento excessivo,
Segue Jesus totalmente alquebrado;
E os soldados, num ato inesperado,
Percebem ali Simão que é agarrado,
E a carregar a cruz é obrigado.

Pra morte segue o Filho do Deus vivo;
E em Simão estão identificados,
Aqueles que a cruz têm abraçado,
Libertos são por Cristo do pecado,
Mas seguem, aqui no mundo, desprezados.

Cristão tem que passar por este crivo:
Nos passos de Jesus tem sempre andado,
Seus ombros sua cruz tem suportado,
E Cristo, o Cordeiro, ressuscitado,
É todo e completamente amado.

Gilberto Celeti

“Agarraram Simão e o obrigaram a carregar a cruz, seguindo atrás de Jesus”. (Lucas 23:26)

Outros poemas acesse: http://gilbertoceleti.wordpress.com/

quarta-feira, 16 de abril de 2014

POSTAGENS ESPECIAS NA SEMANA DA PÁSCOA: Quarta-feira dia 16/04/2014 - 4ª Postagem:

UMA PÁSCOA DIFERENTE

Uma páscoa diferente,
Nunca houve outra igual,
Foi até mais surpreendente,
Que a Páscoa original.

Uma grande multidão
Vai a Cristo acompanhando,
Que suporta a aflição,
E sua cruz vai carregando.

Há mulheres que lamentam
E que choram condoídas,
Pois a perda experimentam
De um que abençoou suas vidas.

Mas olhando com cuidado
Para a via dolorosa,
Percebo que o meu pecado,
E minha vida vergonhosa,

Foi de fato o motivo
Que levou Cristo a sofrer,
Pra que eu pudesse estar vivo,
Ele teve que morrer.

Ó Jesus Cristo, o Cordeiro!
Teu amor é infinito,
E proclamo ao mundo inteiro:
Filho és do Deus bendito!

Gilberto Celeti

“E seguia uma grande multidão do povo, e de mulheres que choravam e faziam lamentações por ele”. (Lucas 23:27)

Outros poemas acesse: http://gilbertoceleti.wordpress.com/

terça-feira, 15 de abril de 2014

POSTAGENS ESPECIAS NA SEMANA DA PÁSCOA: Terça-feira dia 15/04/2014 - 3ª. Postagem

PROVA DE AMOR

 Jardim, lugar de aromas preciosos,
Lugar que pra oração era propício.
Ali momentos tão angustiosos,
Preparam Jesus para o sacrifício.

Senhor, o teu amor ficou provado,
E o plano eterno executarias,
Para eliminar o vil pecado
Da humilhação da cruz não fugirias.

E a pressão que ali foi suportada
Quando Jesus orava em agonia
Ficou tão claramente demonstrada
No sangue que dos seus poros fluía.

E aos perfumes no jardim sentidos,
Um novo aroma pode ser notado:
O sangue de Jesus no chão caindo
Mostrando o quanto eu sou por Deus amado!

Gilberto Celeti

“Cheio de uma grande aflição, Jesus orava com mais força ainda. O seu suor era como gotas de sangue caindo no chão.” (Lucas 22:44)


Outros poemas acesse: http://gilbertoceleti.wordpress.com/

segunda-feira, 14 de abril de 2014

POSTAGENS ESPECIAS NA SEMANA DA PÁSCOA: Segunda-feira dia 14/04/2014 - 2ª. Postagem

O JARDIM



Ali chegara, já perto do fim
Da obra que viera realizar.
Ei-lo, prostrado, só, lá no jardim,
Com sua alma a agonizar.

Ninguém pode sondar este mistério
Do amor que se entrega totalmente
Que assume enfrentar o vitupério
Sofrendo e obedientemente.

Daqui pra frente vai estar sozinho
Nenhum dos seus irá acompanhá-lo,
E decidido, trilhará o caminho,
Sabendo que irão crucificá-lo.

E a dor e o sofrimento mais intenso
Foi ser do Pai Eterno separado
Tomando sobre si na cruz suspenso
Todo castigo pelo meu pecado.

Mas eis ali adiante outro jardim
Onde acontece um encontro inusitado
A morte de Jesus não foi o fim
Eis Ele ali, de pé, ressuscitado.

Maria Madalena equivocada
Achou que o homem fosse o jardineiro,
E ficou totalmente deslumbrada.
Foi ela que viu a Jesus primeiro.

Jardim do Éden, a história principia,
O homem do Senhor se divorcia.
No Getsêmani, a agonia
Para tirar do homem a rebeldia.

Perto da cruz também jardim havia
E Deus com o homem se reconcilia
E ressurreto, visto por Maria,
Jesus inunda o jardim de alegria.

Em qual jardim você está agora?
Pois venha a Cristo, venha arrependido,
Receba a Cristo, por que esta demora?
Desfrute do jardim dos seus remidos!

Gilberto Celeti

“No lugar onde Jesus fora crucificado, havia um jardim...” (João 19:41)

Outros poemas acesse: http://gilbertoceleti.wordpress.com/

domingo, 13 de abril de 2014

POSTAGENS ESPECIAS NA SEMANA DA PÁSCOA: domingo 12/04/2014

LIÇÕES DE JESUS NO JARDIM
Cristo Jesus, que grande prova no jardim!
No Getsêmani, um exemplo para mim,
Quando afastou-se dos discípulos queridos,
Pra que somente pelo Pai fosse ouvido.

É preciosa a oração da irmandade
Mas numa prova é importante a soledade;
A sós com Deus, e de maneira resoluta,
Fazer a oração que somente Ele escuta.

Eu vi também, lá no jardim, tua humildade,
Rosto no chão, ajoelhado, sem alarde,
Nada exigindo ou até reivindicando.
Quero também assim, humilde, estar orando.

E percebi também a tua perseverança,
Não desistindo logo na primeira instância.
Preciso ser na oração mais persistente
Perdoa-me quando me mostro negligente.

E como um filho fala ao pai, assim oraste,
E para nós esta posição alcançaste.
Ganhaste, lá na cruz, a eterna redenção;
E somos filhos por gloriosa adoção.

Quero viver como filho que a Deus agrada
E vendo ó Cristo tua oração resignada:
“Não como eu quero, mas somente a tua vontade”.
Assim também te contarei necessidades,

Deixando tudo nas tuas mãos tão graciosas,
Que são ao mesmo tempo, ó Deus, tão poderosas.
O Senhor sabe quando dar, e como dar;
Nada farás pra um filho teu prejudicar.

Gilberto Celeti

“Ele foi um pouco mais adiante, ajoelhou-se, encostou o rosto no chão e orou: Meu Pai, se é possível, afasta de mim este cálice de sofrimento! Porém que não seja feito o que eu quero, mas o que tu queres.” (Mateus 26:39)

Outros poemas acesse: http://gilbertoceleti.wordpress.com/

domingo, 23 de fevereiro de 2014

O AQUI E O AGORA OU A ETERNIDADE?

O AQUI E O AGORA OU A ETERNIDADE?

Na Via Láctea que é tão imensa,
No azul planeta que é chamado Terra,
Encontra-se o milagre que é a vida,
Exuberante, bela e variada,
Somente ali, parece, foi surgida.

E o homem na sua curta existência,
Percebe que do pó deste planeta,
Sua forma foi, de fato, construída;
E para o pó retorna finalmente
Na hora da solene despedida.

Há homem cujo olho não se eleva,
Pequeno é seu mundo e horizonte,
E pensa e age e entra na corrida
Com o aqui e o agora preocupado.
A eternidade não é percebida.

Mas quem olha as galáxias no espaço,
Repletas de sois, luas e planetas,
Que em anos luz têm distâncias medidas,
Suas mentes não alcançam o infinito,
Ficando totalmente aturdidas.

E duas podem ser suas atitudes:
Achar que tudo é por puro acaso,
E as coisas vão sendo evoluídas,
E então, perplexos e sem respostas,
De angústia suas mentes são possuídas.

Ou veem em tudo a mão do Criador
Que habita a eternidade e é soberano.
As coisas são por Ele conduzidas,
E sabem que em Seu Filho Jesus Cristo,
Encontram o Lar, a eterna guarida.

Gilberto Celeti

“Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos.” (Salmo 19:1) – “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele, nada do que foi feito se fez... E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.” (João 1:1-3,14) – “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14:6)

Outros poemas acesse: http://gilbertoceleti.wordpress.com/

domingo, 16 de fevereiro de 2014

O AQUI E O AGORA OU A ETERNIDADE?

O AQUI E O AGORA OU A ETERNIDADE?
Na Via Láctea que é tão imensa,
No azul planeta que é chamado Terra,
Encontra-se o milagre que é a vida,
Exuberante, bela e variada,
Somente ali, parece, foi surgida.

E o homem na sua curta existência,
Percebe que do pó deste planeta,
Sua forma foi, de fato, construída;
E para o pó retorna finalmente
Na hora da solene despedida.

Há homem cujo olho não se eleva,
Pequeno é seu mundo e horizonte,
E pensa e age e entra na corrida
Com o aqui e o agora preocupado.
A eternidade não é percebida.

Mas quem olha as galáxias no espaço,
Repletas de sois, luas e planetas,
Que em anos luz têm distâncias medidas,
Suas mentes não alcançam o infinito,
Ficando totalmente aturdidas.

E duas podem ser suas atitudes:
Achar que tudo é por puro acaso,
E as coisas vão sendo evoluídas,
E então, perplexos e sem respostas,
De angústia suas mentes são possuídas.

Ou veem em tudo a mão do Criador
Que habita a eternidade e é soberano.
As coisas são por Ele conduzidas,
E sabem que em Seu Filho Jesus Cristo,
Encontram o Lar, a eterna guarida.

Gilberto Celeti

“Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos.” (Salmo 19:1) – “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele, nada do que foi feito se fez... E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.” (João 1:1-3,14) – “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” (João 14:6)

Outros poemas acesse: http://gilbertoceleti.wordpress.com/

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

DEUS INTERVEM

DEUS INTERVEM

Perdida está toda perspectiva,
E tudo é tão escuro e nebuloso;
Ficou o meu caminho tortuoso,
Não tenho, pra escapar, alternativa.

Por um instante a memória se aviva,
E lembro que já fui vitorioso,
Pela intervenção do Deus bondoso.
Que bênção fazer retrospectiva!

Por Cristo, no passado, fui liberto,
E sempre sou por Ele ajudado,
Curado, orientado e perdoado.
De mim sempre Jesus esteve perto.

E nesta hora então, tenho por certo,
Serei da mesma forma, abençoado.
Ó Deus, seja Teu nome então louvado,
Celebro Tua bondade, boquiaberto!

Gilberto Celeti

“Quero trazer à memória o que me pode dar esperança. As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não tem fim, renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade.” (Lamentações de Jeremias 3:21-23)

“Celebrarei as benignidades do Senhor e os seus atos gloriosos segundo tudo o que o Senhor nos concedeu e segundo a grande bondade para com a casa de Israel, bondade que usou para com eles, segundo as suas misericórdias e seguindo a multidão das suas benignidades.” (Isaías 63:7)

PARA ACESSAR OUTROS POEMAS - http://gilbertoceleti.wordpress.com/

sábado, 1 de fevereiro de 2014

UM CORAÇÃO SÁBIO

UM CORAÇÃO SÁBIO


Dia a dia caminhando, ano a ano,
É tão fácil e comum cair no engano,
De julgar-se a si mesmo inteligente,
E de Deus querer ficar independente.

O que somos? Uma névoa, sombra ou sonho?
Depois dos setenta anos, tão enfadonho,
Com pecados desde a infância acumulados,
Certamente que seremos condenados.

Reconheça sua própria fragilidade,
Aproxime-se de Deus com humildade,
Busque por Sua compaixão e o Seu perdão,
Em Jesus, na cruz, Ele lhe estende a mão.

Para ter, de coração, sabedoria,
É preciso ter com Cristo harmonia,
E das mãos do Eterno Deus, o Criador,
Receber o que nos dá com santo amor.

E daqui pra frente seja a existência,
Cada dia andar na plena dependência,
Do Eterno que abençoa a nossa história,
Pra que os que nos veem a Ele deem a glória.

Gilberto Celeti

“Faze com que saibamos como são poucos os dias da nossa vida para que tenhamos um coração sábio” (Salmo 90:12)

Para conhecer outros poemas acesse: http://gilbertoceleti.wordpress.com/